segunda-feira, 27 de outubro de 2008

um presente da natureza

não, eu não vou dormir. estou bem acordada. lembrei das minhas amadas galinhas de angola.sempre desejei ter galinhas de angola. estas ouviram o meu desejo e apareceram lá em casa e moram lá. não sei de onde elas vieram... nos escolhemos. elas são tão livres,soltas,exploradoras,alegres, curiosas,muito muito queridas. amo observá-las quando elas se preparam pra dormir na árvore perto de casa.fico muito feliz delas terem escolhido esse lugar.é um ritual concentrado e natural.já reparei que entre elas não existe a menor paciência pra inquietação burra. sabe aquela que mina a energia do grupo?elas não permitem essa interferência na harmonia em que vivem. todas reagem. saem do conforto aninhado no alto dos galhos e botam a ingrata pra correr.obrigada às minhas queridas galinhas de angola, desejo que vocês sejam cada dia mais felizes!

2 comentários:

Hildebranda disse...

tb adoro galinha de angola! e tambem a musica do chico, que eu tenho colada, na minha sala. LINDA!

Simonetta disse...

ai, Mari, estou morrendo de saudades das minhas sábias galinhas de angola...
e nunca vou me esquecer da emoção que senti diante da instalação no Paço Imperial sobre os Dois Irmãos de Chico. eu apertava aquele botão mil vezes pra ver tudo de novo, a areia descendo numa caixa de acrílico e formando os dois morros enquanto o Chico cantava no meu ouvido essa melodia de ritmo tão especial. chorei tanto tanto que até o segurança se emocionou...rs

Related Posts with Thumbnails